«

»

jan 12 2017

Imprimir Post

Flávio Guimarães & Netto Rockfeller abrem crowdfunding para gravação de novo CD!!!

O novo projeto de Flávio Guimarães (aclamado gaitista da cena do blues brasileiro e membro fundador da banda Blues Etílicos) em conjunto com o guitarrista e produtor Netto Rockfeller (um talento que vem ganhando espaço entre os músicos de renome do blues nacional), é o novo álbum que ambos pretender lançar em conjunto; o “Sound Tracks” (que em inglês quer dizer – trilhas sonoras).

Contudo, vale salientar que todas as músicas são próprias e inéditas e, o fio condutor da criatividade das composições é a criação de uma trilha sonora imaginária, que se desenrola em diferentes contextos imaginários para os seus autores.

Desta forma, as canções podem ser mais bem humoradas ou introspectivas a seguir para diferentes ritmos (surf rock, country, bolero, blues, reggae e até maracatu), resultando em diferentes astrais, o que permitiria que elas fizessem parte de filmes de gêneros diversos, como espionagem, comédia, drama, western e outros tipos.

O disco terá 12 faixas e seguem seus títulos, segundo a ordem do disco: “Arpoador” (youtu.be/MPeuubzvAdk) – “Car Wahs” – “Iê, Iê, Iê” – “Blue Tornado” – “Tex Mex Rumba” (youtu.be/-437H3dkBTk) – “Doltor Hemp” – “Careless Love” – “El Gringo” – “Tiger Shark” – “The Big Boss” – “Lost in Jupiter” e “Stam Train”.

Duas dessas canções já estão disponíveis para audição antecipada no Youtube, conforme pode ser observado pelos links acima. Para que estiver lendo esse artigo no jornal impresso, basta procurar pelo canal de Flávio Guimarães na mesma rede social, que encontrará as duas músicas.

Gostei muito de ambas e a “Tex Mex Rumba” me chamou bastante a atenção por conta de seu astral de surf music latinizado, assemelhado às trilhas sonoras que o famoso diretor de cinema, Quentin Tarantino, costuma utilizar.

A outra música, “Arpoador”, tem um ar mais leve e mais brasileiro. Como seu próprio nome diz, ela se remete à famosa pedra carioca onde turistas e locais desfrutam da beleza do pôr do sol que afunda na baía da Guanabara, na cidade maravilhosa.

A captação dos recursos para este disco está sob a gestão da “Catarse”, empresa que opera o  sistema de crowdfunding (financiamentos coletivos) há anos e cujo link específico deste projeto é: catarse.me/soundtracks

Esse sistema permite que empresas e pessoas físicas possam contribuir com os valores que cabem no seu bolso, indo de simples R$ 20,00 até à quotas expressivas podem superar os R$ 7.000,00.

Para cada quantia há um tipo de recompensa, desde o simples prazer em ajudar à construção desta obra de arte (caso do valor mínimo), passando pela aquisição do próprio disco que será lançado (por R$ 35,00) e ganhando camisetas, mais CDs, aulas particulares de gaita ou de guitarra com os autores do projeto (ministradas pelo Skype) e indo até à realização de shows particulares com ambos. Realmente é uma alternativa de captação de recursos que vem se tornando comum nos últimos anos e que possibilita a realização de diversos trabalhos artísticos.

A meta financeira para este projeto está fixada em 36 mil reais e caso ela seja atingida, permitirá que ele seja realizado em sua plenitude, o que inclui os processos de: gravação, mixagem e masterização do áudio, bem como a produção da arte gráfica, ilustração e fotografia para o encarte do álbum, bem como a prensagem dos CDs físicos, a produção executiva, o custeio das recompensas para todos os apoiadores, a realização do marketing e da divulgação e também o recolhimento das taxas de captação junto à “Catarse”.

Para essa situação de captação integral, o projeto também contempla a participação de grandes músicos nas gravações das faixas, são eles: “Leo Gandelman” no sax tenor, “Rick Ferreira” na guitarra lap steel, “Luciano Leães” no órgão Harmmond e “Danilo Hansem” em conjunto com “Bruno Marques” nas baterias.

Até o momento da redação deste artigo o valor captado estava em R$ 7.670,00 e caso não haja a captação máxima do valor do projeto, os músicos poderão realizar etapas essenciais para conseguir produzir o disco, mesmo sem todas as participações especiais e parte dos processos desejados. Contudo, torço para que eles alcancem os seus objetivos porque tenho ciência da música boa que virá nesse disco! #Yeah!

Que acham de entrar nos links desse texto para conhecer esse projeto e, caso se apaixonem por ele: O que acham de dar aquela forcinha, heim?!?!?! (risos)

Desta forma, me despeço desejando a todos mais um ótimo, revigorante, divertido e muito musical final de semana, desejando SUCESSO a esses dois queridos amigos – Flávio Guimarães & Netto Rockfeller – que literalmente fazem um “PUTA SOM”!!! (risos)

.

Link permanente para este artigo: http://www.nandopires.com.br/blog/?p=4482

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *